Cheesecake rápido e fácil, sem ir ao forno

Eu tenho um caso de amor à primeira vista com o Cheesecake. Podem me julgar, se quiserem, mas eu comi esta delícia pela primeira vez apenas neste ano, quando estive na formatura de um de nossos amigos, em Porto Alegre. E, desde então comecei uma caça dessa sobremesa aqui pela região. Comi alguns maravilhosos e outros péssimos, por isso, resolvi arriscar e tentar fazer um em casa.

A receita que encontrei é bastante fácil. Fiz uma lista com os ingredientes e fui ao mercado comprar.

Continuar lendo

Anúncios

Entrevero: uma receita prática para degustar entre amigos

entrevero

Conforme o dicionário, Entrevero significa mistura, desordem ou confusão entre pessoas ou animais. E é mais ou menos assim a receita que eu vou deixar aqui para vocês hoje. Entrevero é uma excelente opção para servir em uma reunião entre amigos, por exemplo.

Conheci o Entrevero quando comecei a ir para o Rio Grande do Sul e, em nossas reuniões de amigos, a receita se tornou constante. Um dos motivos, eu acho, é porque o prato rende muito, e todos comemos sempre até ficarmos estufados.

Continuar lendo

{Aprendiz de Barista} Cappuccino prático e feito em casa

cappuccino

Aos poucos, o frio está dando as caras aqui no Sul. Já falei isso por aqui? E nada melhor para relaxar do que chegar do trabalho e tomar um café bem quentinho. Para inaugurar o Aprendiz de Barista, vou passar aqui uma das receitas mais tradicionais de cappuccino feito em casa e que passa de gerações em gerações.

Eu já tinha falado desta receita lá no Angelica Brunatto, mas percebi que não tinha passado a publicação para cá quando criei o Comidas & Viagens. O pó de cappuccino caseiro leva poucos ingredientes e deixa o café muito gostoso, além de cremoso.

Continuar lendo

~ receitas ~ Creme de abóbora

Estamos no outono e, aqui no Sul, os dias amanhecem gelados, as tardes ficam quentes e as temperaturas caem novamente à noite. Para espantar bem o friozinho, as sopas e cremes ficam entre as receitas mais desejadas ~ pelo menos para mim. 

Outro dia testei um creme diferente, utilizando apenas ingredientes que estavam na minha geladeira. O creme de abóbora ficou delicioso e combinou perfeitamente com a carne refogada que preparei como acompanhamento.

Para a receita, usei cerca de meio quilo de abóbora paulista picada em pequenos cubos e sem casca, sal, pimenta, salsa e duas colheres de creme de leite de lata.

Processed with VSCOcam with c1 preset

O primeiro passo é cozinhar a abóbora em uma panela com pouca água. Deixe no fogo médio por cerca de 20 minutos. Escorra e bata as abóboras no liquidificador. Quando formar uma consistência de purê coloque o conteúdo de volta na panela. Acrescente o sal e a pimenta à gosto. Aos poucos e com o fogo baixo, coloque o creme de leite e mexa bem. Para decorar, use a salsa.

Para o acompanhamento,  utilizei coxão mole, que já comprei cortado em tirinhas. Em uma panela, coloquei cerca de meio quilo da carne e acrescentei um cubo de caldo de carne. Deixei ali refogando por mais ou menos meia hora. Quando ela estiver bem cozinha, acrescente um colher de massa de tomate e deixe cozinhando por mais um tempo.

Ótima sugestão para uma janta diferenciada.

[receita] Canelone de frango

Desde que eu o descobri, o canelone virou a receita queridinha aqui de casa em ocasiões especiais – e também as não tanto! Me apaixonei pelo sabor e pela praticidade! De origem italiana, o canelone nada mais é do que um tipo de macarrão no formato cilíndrico. Nos mercados é possível encontrar em várias versões pré-cozidas ou refrigerada. Eu sempre compro de forma refrigerada, estilo aquelas de lasanha!

canelone 1

Para começar, cozinho pouco menos de meio quilo de peito de frango e o desfio, com garfo e faca mesmo. Tem gente que usa batedeira ou coloca na panela de pressão, mas acho muito complicado e mais coisas para sujar na cozinha. Depois de desfiado, o frango volta para a panela. Coloco um pouquinho de óleo de coco para refogar e adiciono sal, cebolinha verde, pimenta do reino, cheiro verde, salsa e por aí vai. E para deixá-lo vermelhinho, adiciono cerca de uma colher de sobremesa de colorau e mexo bastante. Você pode usar a sua criatividade aqui também, e adicionar ingredientes extras, como cebola bem picadinha, bacon, milho e ervilha….

Com o frango pronto e refogado, pego a massa resfriada de lasanha, que também serve para canelone – quando você for comprar, observe a embalagem. Há diversas marcas e todas estão explícitas que o uso também é adequado para canelone. Em um prato coloco uma massa, uma fatia de queijo mussarela, e um pouco de frango. Depois enrolo e coloco em um refratário. Repito este passo até que não haja mais lugar no refratário.

canelone modo de preparo

Então é hora de preparar o molho. Pego um refil de extrato de tomate e coloco-o em uma panela com um pouco de água. Deixo no fogo por alguns mindinhos, acrescento sal se necessário. Depois jogo o molho no refratário. É importante lembrar que o canelone deve ficar quase boiando no molho, pois é ele quem cozinhará a massa. Após esta etapa é hora de levar ao forno pré-aquecido a cerca de 200 graus por cerca de 20 minutos. Depois é servir e se deliciar!